Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De repente já nos trinta

De repente já nos trinta

Quando o nosso posto de trabalho muda

04.11.19, Girl About Town

frases_de_forca_superar_fracasso_5.jpg

Está a fazer agora um ano que vim trabalhar para a empresa onde estou agora.

Estava numa loja de shopping, num shopping que gosto muito, numa equipa muito boa, com três mulheres fantásticas e onde todas juntas contrariamos aquela coisa de que muitas mulheres juntas dá asneira.

Entediamos-nos todas muito bem, discordávamos claro, mas sempre tentávamos compreender o outro lado e sempre fomos unidas.

Eu era realmente feliz naquela loja.

Apesar de não ser o meu emprego de sonho eu ia todos os dias trabalhar feliz e isso bastava-me.

Estava tudo bem até que de repente, sem grandes cerimonias, sem me darem opção de escolha, retiram-me daquela loja e transferem-me para uma outra.

Tive opção? Não, era aquilo ou o desemprego.

Apeteceu-me mesmo "escolher" o desemprego mas depois o lado racional saltou e lá me conformei.

Começo amanhã, ou hoje, dia 4 de Novembro que é quando vocês vão ler este post.

Desde que soube que fiquei muito triste  mas os dias anteriores, que foram dias de despedida foram terríveis.

Já me fartei de chorar por causa disto, já tenho ouvido de muitas pessoas que sou uma exagerada, dramática, que estou a fazer uma tempestade num copo de água.

Até acredito que tenham razão, mas despedir-me de pessoas que trabalharam comigo durante um ano, pessoas que acabei por criar afeições, pessoas que realmente gosto, deixar um equipa fantástica para ir trabalhar com outras pessoas do qual só ouço mal é muito triste

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.