Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De repente já nos trinta

De repente já nos trinta

Habemus estágio

21.03.18, Girl About Town

best-short-positive-quotes-e1463090595837.jpg

Estou prestes a acabar de Contabilidade, segue-se o estágio.

Andei o mês de Janeiro à procura e eis que em Fevereiro, com uma grande dose de sorte lá o consegui encontrar.

Começo o estágio dia 3 de Abril num Gabinete de Contabilidade como sempre desejei.

Na entrevista tive oportunidade de conhecer muito por alto as pessoas com quem vou trabalhar durante alguns meses e posso dizer  que gostei de todas, pessoas simpáticas e acessíveis o que me deixou muito contente.

O local também é agradável, inicialmente ia ser no centro da cidade, mas por coincidência estavam a  mudar as instalações para imaginem lá, cinco minutos a pé da minha casa.  

Ou seja pareceu-me tudo muito perfeito para ser verdade, dia três já vou saber.

Para já estou super nervosa, as vezes sinto que sou capaz, outras fico com receio de fazer tudo mal, é um turbilhão de sentimentos.

Pela primeira vez vou ter oportunidade de fazer aquilo que realmente gosto e isso assusta-me.

Até lá vou aproveitar a viagem para descansar, recarregar baterias e preparar-me para dar o melhor de mim.

 

 

 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Girl About Town

    21.03.18

    Deixar os nervos em casa é que vai ser difícil.. Depois há o medo de falhar que é tão grande..
    Eu por um lado sinto-me super preparada por outro acho que não faço ideia do que vou encontrar quando lá chegar.
    Tenho muito receio de não conseguir fazer a ligação entre a teoria e a prática percebes?

  • Imagem de perfil

    Andy Bloig

    21.03.18

    A ponte da teoria para a prática, tens tempo de a fazer. É daí que o choque inicial te atinge. Muita coisa que fizeste em exercícios e exames, vais ver que ao aplicares ao mundo do trabalho, não é nada daquilo que fizeste. Já viste com as entregas de IRS que estudaste montes de códigos e informações mas, ao fazeres a entrega da declaração, a maioria ficam dentro do livro, pois não fazem falta. Isso vais apanhar agora, onde o mais chato é explicares aos "empecilhos" o porquê de só receberem xx euros, quando apresentaram xxxxx euros de despesas. Depois é que tens a parte das empresas onde o que se aprende nas universidades só serve se fores para consultora. Para a parte contabilística é como te colocarem nua à frente de um espelho, numa sala sem nada e te dizerem para te vestires com o que tens disponível. É nisto que tens de dominar os nervos... porque vais falhar e perder-te. Se tiveres calma, falhas e encontras o caminho de volta. Já sabes que a parte de contabilidade parece matemática mas, depende da forma como é usada. Teres um balancete em que existe 1 cêntimo perdido algures e teres de o localizar, existem centenas de formas de o encontrar e uma forma simples de o fazer desaparecer (que tem contrariedades, caso seja mal usada). São essas formas que vais ter de aprender, pois no que te ensinaram esse cêntimo estava à vista, bastando aplicar umas fórmulas... fórmulas essas que não te ajudam na grande maioria dos casos.
    Não te esqueça que és aprendiz. Tenta resolver por ti com o que sabes, explora os programas e pergunta mesmo aquelas coisas que te pareçam estar bem mas, aches que está ali algo estranho. Num mar de números, a intuição de sentires algo de estranho pode levar-te a meter o nariz no extracto de uma conta, onde está um movimento mal registado. Isso é algo que nunca te acontecia na teoria.
    Não andes já a pensar no que vais fazer. Aproveita os dias livres para descansares, divertires-te e quando começares, então embrenha-te na profissão. Não é fácil, vais ter muitos momentos de fúria e raiva, tal como vais ter aqueles momentos "eureka!!!".
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.