Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De repente já nos trinta

De repente já nos trinta

Baby on Board | O sexo e o nome do bebé

15.06.20, Girl About Town

2f48eaea55743f344264e2a0eac46551.jpg

 

Desde que soube que estava grávida tive curiosidade em saber o sexo, mais por curiosidade mesmo do que por preferência.

Nem eu nem o meu homem tínhamos preferência pelo sexo do bebé.

E isto é mesmo verdade, muitas pessoas nos perguntavam se tínhamos preferência e quando dizíamos que não, ficavam todos muito surpreendidos e muito achavam que nós é que não queríamos dizer.

Mas a verdade é esta, nenhum de nós sonhava com uma menina ou um menino, nos queríamos era um bebé saudável.

Na ecografia do 1º trimestre deram-nos logo um palpite que seria um menino, depois em nova ecografia às 16 semanas e depois na morfológica confirmaram-nos que viria um menino a caminho.

Fiquei muito contente e comecei logo a imaginar-me mãe de menino e o meu homem igual, doido já com a possibilidade de jogar futebol com ele, levá-lo aos jogos, aquelas coisas típicas que os pais de menino pensam logo.

Até aqui não tínhamos pensado muito em nomes, decidimos que só quando soubéssemos o sexo pensaríamos mais seriamente, mas já tínhamos meio que um nome escolhido caso fosse menino.

Seria Vicente, o nome do pai do meu homem, isto porque eu gostava mesmo muito do nome e porque sendo o nome do pai do meu namorado meio que era uma homenagem.

Muitas pessoas já sabiam disto e então diziam sempre alguma coisa tipo; "ai vão dar o nome do avô?" e nós percebemos que o bebé e o seu nome iriam ser sempre associados ao avô e nós queríamos que ele tivesse a sua individualidade e que quando disséssemos o nome dele a alguém o primeiro comentário que fariam não fosse relativo a ter o nome igual ao do avô.

Além disto o meu namorado também não gostava particularmente do nome.

Decidimos então que iríamos encontrar outro nome.

Aqui achei que iria ser muito difícil, porque honestamente não é fácil escolher o nome para um bebé, temos que pensar que será o nome que o irá acompanhar desde sempre e durante a vida toda.

Nós sabíamos que queríamos um nome normal, português, tradicional, nada daqueles nomes estranhos fora de comum que agora está na moda por nos bebés.

Decidimos então que cada um faria uma lista de nomes e por aí iríamos tentar escolher, falávamos isto enquanto fazíamos o jantar, eu disse logo que a minha lista era curta e partilhei então três nomes que adorava e que ainda não tinha dito ao meu namorado.

Um deles era Tomás.

Mal disse o nome o meu homem disse logo que adorava o nome Tomás.

Por alguma razão soou-nos logo bem e já estávamos a imaginar o nosso bebé Tomás. Ficou logo ali decidido o nome.

Durante um tempo ainda ponderamos se colocaríamos um segundo nome, mas depois decidimos que ficaria apenas com um nome próprio, foram escolhidos também os apelidos e ficou um nome lindo, que soa bem e que de que gostamos bastante.

Depois do nome oficialmente escolhido foi só partilhar com família e amigos.

Provavelmente já sabem que quando se escolhe um nome nunca vamos ter uma opinião unânime, isto serve para tudo na vida, mas com nomes de bebes é ridículo a quantidade de pessoas que dá a opinião, que diz que não gosta que é assim, que é assado.

A mim disseram-me que era nome de beto, fizeram cara feia, outros adoraram.

Aqui o importante é que nós gostemos do nome e estejamos confiantes que é o nome que queremos para o nosso bebé. assim depois é só ignorar quando nos fizerem comentários menos bons.

Eu a quem era mais chegado disse logo que o nome estava escolhido e que nem queria ouvir palpites nem opiniões pois não íamos mudar de ideias.

Às pessoas de fora que perguntavam o nome e faziam cara feia eu sorria e ignorava porque não vale mesmo a pena, opiniões todos temos e nem todos gostamos do mesmo e isso é ok.

O que importa é que os pais gostem do nome e sintam que o nome é o certo para o seu bebé.

Vem então um Tomás a caminho e já falta tão pouco.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.