Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De repente já nos trinta

De repente já nos trinta

Baby on Board | 3 º trimestre

01.07.20, Girl About Town

pregnant-woman-belly-black-and-white-pregnant-tumm

Chegamos assim ao último trimestre de gravidez, a chamada reta final.

Dizem que esta é a fase mais complicada de toda a gravidez e é bem capaz de ser verdade, estamos mais pesadas, doem as costas, não temos posição para dormir já estamos naquela ansiedade.

Para mim este 3º trimestre foi marcado por um cansaço extremo, até uma simples caminhada me deixava cansadíssima, depois as noites mal dormidas, sem posição, com imensas dores nas costas, a acordar quase de hora em hora para ir à casa de banho, nos últimos três meses rara foi a vez que dormi bem.

Há quem diga que é o nosso corpo a se preparar para o que aí vem e eu sinceramente até acredito.

A verdade é que acordo até bem-disposta, sejam três, cinco ou sete da manhã, como se já fosse uma coisa habitual.

Este trimestre foi também pautado pela ansiedade, terminamos o enxoval do bebé Tomás, do essencial pelo menos, ainda nos falta umas coisinhas que ainda quero comprar, mas que não são necessárias, nem imprescindíveis para estes primeiros tempos, mas que queremos mesmo comprar, mas estamos a ver se a corrida aos shoppings acalma um bocado.

Depois a ansiedade do parto começa a chegar, já falta pouco e claro que sendo o meu primeiro filho isto provoca sempre alguma (muita) ansiedade.

Sintomas:

Azia, muita, mas só ao fim do dia normalmente. Dor nas costas, muitas mesmo, alguma falta de ar e a frequência com que vou à casa de banho é ridícula.

A pele

Continuo com a pele limpinha, zero espinhas, zero oleosidade, até tenho medo de como vai ficar quando tiver o bebé que isto para já esta bom demais, assim como o cabelo.

As hormonas

Por aqui as hormonas continuam meio descontroladas, nada comparado com o 1º trimestre, mas volta e meia quando começo a pensar no parto e assim começa a dar me umas palpitações que depois passam e são substituídas por uma sensação de euforia ao pensar que já falta tão pouco para conhecer o meu bebé.

Desejos

Por aqui permanecemos igual, nenhum desejo em especial.

Cuidados Alimentação

Igual também, continuo a evitar enchidos e marisco. 

Barriga

Neste último trimestre a barriga deu um pulo.

Acho que tenho uma barriga normal para o tempo gestacional e diria que proporcional ao meu corpo, se tivesse uma barriga maior acho que então é que não aguentava das costas.

Às vezes está mais para o redondinho outras vezes fica mais bicuda na zona do umbigo, umbigo esse que, entretanto, saltou para fora, veremos se depois volta ao normal.

Até agora nada de linha nigra nem  estrias, vamos ver se não é nestas últimas duas semanas que elas aparecem.

Peso:

No fim do segundo trimestre o meu peso fixou-se nos 55.5kg

Agora, com 38+4 semanas peso 58.9 Kg.

Engordei então neste último trimestre 3.4kg.

Ecografia 3º Trimestre:

Fiz a ecografia do 3º Trimestre com 30 semanas, estava tudo bem com o bebé, a crescer bem, mas parece-me que será um bebé pequenino. Tendo em conta que eu e o pai não somos nenhuns gigantes parece-me bem. Supostamente, que isto realmente são só previsões apontaram que nasceria talvez antes do fim do mês de junho, início de julho, ou seja, uma a duas semanas antes do previsto.

Neste caso, já estamos em julho então já se enganaram nas previsões. o que é bom pois eu não queria nada que este bebé viesse antes do tempo.

Último mês

Estou de 38+4 semanas e neste último mês começamos a estar cada vez mais atentas aos sinais de possível parto, até porque pode nascer a qualquer momento.

Eu já tenho algumas contrações e para já é o único sinal que o corpo me deu, de resto tudo igual.

E basicamente é isto.

Agora é só aguardar pela chegada do nosso bebé Tomás que tem data prevista para o parto a 10 de Julho, se não quiser nascer terá indução marcada para as 41 semanas, a 17 de Julho. 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.