Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De repente já nos trinta

De repente já nos trinta

Aquele momento tão aguardado (ou não)! A entrada na creche

09.09.21, Girl About Town

th.jfif

Dia 1 de Setembro foi o primeiro dia de creche para o meu tomazito.

Confesso que estava entusiasmada por ele, é uma nova fase na vida dele, vai fazer mais atividades, vai estar em contacto com outros bebes e eu iria estar mais livre para procurar emprego que é o objetivo principal de momento.

Achei sinceramente que até ia gostar, ia ter mais tempo para mim, para a casa, para descansar.

Não foi isso que aconteceu. Deixei o lá, com isto do covid nem nos deixam entrar, nem ficar com eles um bocado, então basicamente passei o meu filho para o colo de uma desconhecida e vim embora.

Ele não chorou, ficou ali a olhar para mim, a ver-se a ser afastado de mim, sem perceber bem porquê.

Isto custou-me horrores.

Lá vim embora e voltei duas horas depois.

Disseram-me que só choramingou um pouquinho mas que portou-se bem.

No dia seguinte ficou para fazer a sesta. Adormeceu, mas acordou passado pouco tempo. Chorava tanto que ninguém o conseguia acalmar então ligaram-me para o ir buscar.

Ouvi-o chorar pelo telefone.

Demorei nem quinze minutos a chegar à creche. Quando lá cheguei ainda chorava. Estava com os olhos vermelhos de tanto chorar. Isto partiu-me o coração.

No dia seguinte, devido a um compromisso, teve que lá ficar até às 16h. Aconteceu o mesmo, pouco dormiu e acordou a chorar. Bateu ainda com a cabeça numa esquina e veio com uma negra para casa.

Mal chegou a casa dormiu logo uma sestinha no colinho.

Tem sido dias difíceis para mim e para ele. Durante o tempo todo que ele está na creche fico com uma ansiedade enorme, triste, preocupada com ele.

Toda  agente e diz que isto melhora mas eu só penso nele ali sem a mãe e custa-me imenso. Custa-me pensar que quando ele bateu com a testa naquela esquina eu não estava lá para lhe dar colo e um beijinho na testa . Que quando ele acordou a chorar, provavelmente ainda cheio de soninho, não tinha o meu colo para se aninhar.

Tenho imenso receio que ele se sinta abandonado. Quando esta connosco nos enchemos aquele bebé de mimo , quero que ele se sinta muito amado.

Estamos neste momento na segunda semana e as coisas estão mais ou menos.

Agora chora sempre quando o deixo, agarra-se ao meu pescoço e chora um pouquinho mas acalma-se logo mal entra na creche.

Também chora quando pegam nele para vir embora mas mal me vê fica logo felicíssimo.

Segundo me dizem ele fica lá bem durante o dia, come bem, brinca, vai choramingando mas nada de mais.

Dormir é que ainda dorme lá pouco.

Para já vou busca lo cedo, por volta das 14h e ainda faz uma sestinha em casa.

Vamos ver gradualmente como isto corre.

E por ai muitas mães a iniciar também esta fase com os vossos bebés?

 

2 comentários

Comentar post